Posts Marcados 1972

(1972) Lou Reed – Transformer

Por Joaora

TODOS QUE SAIRAM DAQUELE SHOW DO VELVET UNDERGROUND SENTIRAM VONTADE DE MONTAR UMA BANDA

Joe Strummer ( Ex-vocalista do The Clash)

Podemos dizer indiretamente que então Lou Reed influênciou o Clash a ser aquilo que foi. Mas não somente o Clash, a antiga banda de Lou Reed alavancou diversos clássicos e influênciou muita gente boa, como Johnny Thunders ( Ex – New York Dools) e Iggy Pop. Fazendo parte do projeto que foi o Velvet Underground, entrando já para a história do Rock’n Roll muito cedo, Lou Reed decide partir para a carreira solo. A influência do Velvet é notável em muitos de seus trabalhos, entre eles Transformer, este seu segundo lançamento. Clássico venerado pela crítica, influente e com diversos tapes da época do Velvet também, Lou Reed entrava para a história mais uma vez: Agora em sua carreira solo!

Produzido por uma das duplas mais fodas da história da música, David Bowie e Mick Ronson, Transformer é o segundo disco da carreira solo do ex-vocalista do Velvet Underground, Lewis Allan Reed, popularmente conhecido como Lou Reed, mestre em fazer música alternativa. O álbum conta com os principais hits da carreira solo do cantor. Perfect Day e Walk on the Wild Side são alguns exemplos de faixas que marcaram e influenciaram muita gente.

Para os fãs mais abruptos e conhecidos do poeta Lou Reed, é de fácil aceito que este não é o melhor disco da carreira do cantor, mesmo sendo supra-aclamado e venerado pela crítica. Transformer é sim um marco, um clássico e merece ser ouvido por aqueles que desejam conhecer Lou Reed.

Sem mais embromação… Vamos analisar um pouco mais de 35 minutos do CD que segundo a revista Rolling Stones é o 194º álbum mais importante de todos os tempos.

Integrantes: Lou Reed – Vocais;  Mick Ronson – Guitarra e Piano;  Herbie Flowers – Baixo;  John Halsey – Bateria.

Melhor Música: Perfect Day


Pior Música: New York Telephone Conversation ( PULE ESSA FAIXA SE POSSÍVEL)


Todas as faixas escritas por Lou Reed

1 – Vicious (2:58) 4/5

Esta seria a canção mais energética e dançante do álbum. Talvez não tenha sido uma escolha sensata coloca-la na abertura, já que é uma faixa que não empolga e se torna enjoativa no decorrer de seus minutos. A guitarra tocada pelo lendário Mick Ronson assume um tom enjoativo que me lembra uma máquina industrial. Rumores dizem que esta faixa foi escrita juntamente com o mentor do Velvet Underground, Andy Warhol e que seria está uma faixa da ex banda de Lou Reed.

Leia o resto deste post »

, , , , , ,

1 comentário

(1972) David Bowie – The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars

Por Joaora

Vai fazer uns 30 minutos que eu estou na frente do PC, pensando em algo para escrever para a introdução deste álbum, mas ta díficil. É díficil expressar em palavras o que ele significa para a história do Rock’n Roll … É por muitas pessoas, inclusive eu, escolhido o melhor álbum da década de 70.

Sua parte conceitual beira a perfeição, uma história digna de ser descrita nas telas dos cinemas…Cada canção expressa musicalmente a parte da história de modo totalmente expressivo e emocionante. Se você não sabe o que é realmente ouvir um álbum inteiro onde prestar atenção à letra é tão importante quanto prestar atenção à guitarra ou à bateira, coloque Ziggy Stardust no toca CDs e aperte o Play…E prepare-se para viajar em uma história criada por um dos ícones mais consagrados da música: David Bowie.

História

Aqui é contada a história de Ziggy Stardust, um marciano que vem trazer uma mensagem de esperança para a Terra que será destruída daqui a 5 anos …Aqui no nosso planeta Ziggy monta uma banda de Rock, o Ziggy and Spiders From Mars… Virando um Rockstar, o marciano sucumbe às provações do Rock’n Roll e começa a se drogar… O final da história é triste, memorável e dramático!

Ouça cada música desse CD, tentando visualizar a história de Ziggy, um embromado de emoções surgirá em você, e no final da ouvida do álbum tu pensará: DAVID BOWIE É O CARA!

Shows

Em grande parte da década de 70 David Bowie tinha um visual Andrógeno, Glam e adotara o nome Ziggy Stardust para si nas apresentaçãoes ao vivo, não apenas adotara o nome, mas também agia como Ziggy, pensava como Ziggy, e como consequencia disso o cantor teve vários problemas psicologicos e de personalidade também… Sua banda seria teoricamente a Spiders from Mars… Assim você vê o quanto esse álbum mudou os pilares da apresentação da banda… Algo mais trabalhado aguardavam os fãs que iam ver o cantor na época… Maquiagens, Luzes e algo mais “teatral” foi incluido em uma das turnês que eu mais queria estar da década de 70:

Melhor Música: Starman

Pior Música: Não há!

1 – Five Years (4:43) 5/5

A Terra está condenada e em 5 anos acontecerá a destruição total.

A canção tem um começo lento e triste, a bateria sendo tocada de uma forma metódica. A melodia passa o sentimento de tristeza da população ao saber que a Terra será destruída; esse sentimento de tristeza e raiva chega ao ápice com o refrão, cantado aos gritos por Bowie, e os backing vocals…A linha de piano da faixa de abertura é muito bela e audível, vale ressaltar que a canção não tem guitarra, somente o violão tocado por Bowie! … A história de Ziggy e sua trupe estava começando, aproveite-a.

Leia o resto deste post »

, , , , ,

2 Comentários

%d blogueiros gostam disto: