Arquivo para categoria Queen

(1986) Queen – A Kind of Magic

Para comemorar o dia de hoje, resolvi postar resenha desse grande álbum dedicado ao líder, voz, alma, gênio ou só Freddie Mercury, nosso aniversariante do dia. Infelizmente, não temos mais ele entre nós, mas sua música está viva e estará viva para sempre.

A Kind of Magic, é um dos álbuns mais memoráveis do Queen e me arrisco a dizer que é o álbum de grande destaque da banda na sua fase mais “pop”, nos anos 80. Além de premiado no mundo todo e líder de vendas em diversos países, foi regravado  (em uma versão bem mais sintetizada) e incluído algumas músicas como Hammer to Fall (do The Works), para ser trilha da trilogia de Highlander. Leia o resto deste post »

, , , , , , , , ,

1 comentário

(1980) Queen – The Game

Por guibby

Capa do álbum

24 de novembro, um dia escuro na história do rock…há exatos 19 atrás o mundo perdia não um, mas dois de seus maiores artistas do gênero que chocou o mundo com suas letras e danças, e que se tornou o tipo de música mais aclamado e cultuado até hoje, mesmo após seu quase meio século de existência. E no meio de tanta história existiu uma banda que conseguia agradar muito mais do que o público adorador de Rock n’ Roll, o Queen. Muito dessa aceitação se deve ao seu vocalista, Freddie Mercury, que com seu enorme carisma e genialidade nas composições elevou o status da Rainha a uma das melhores bandas do mundo, sendo lembrados até hoje como um dos maiores do rock. Em meio a uma vida conturbada e cheia de polêmicas, Freddie declarou estar com AIDS em 1991, e logo faleceu…nesse exato 24 de novembro, deixando o mundo triste com sua partida, e ainda mais triste por partir junto com Eric Carr (baterista do Kiss, onde você pode saber mais sobre sua carreira, aqui), então esta resenha tem como objetivo deixar uma homenagem ao vocalista, e simplesmente agradecer pelo legado que o mesmo deixou, Rest In Peace Freddie, and God Save The Queen.
Em 1980, foi lançado o oitavo álbum de estúdio da banda britânica Queen, entitulado de “The Game”, o disco contava com músicas com uma levada mais pop e radiofônica comparado a seus antecessores, por conta disso, chegou a alcançar a primeira posição nas paradas em diversos países. Com pouco mais de meia hora, e dez músicas o disco foi sucesso de público e crítica e traz alguns dos melhores momentos da banda.

Melhor música: Another One Bites The Dust

Pior música: Coming Soon

1.”Play the Game”   (Freddie Mercury)     3:30 5/5
Uma dramática introdução no piano com os vocais de Freddie acompanhando os acordes perfeitamente, Play The Game abre o álbum de forma estrondosa, lembrando o Queen de “We are the champions”, porém com um peso a mais, destacado pelos sintetizadores no meio da música e os diversos solos de Brian May, que soam rotineiros mas magníficos, assim como tem que ser, o som de sua guitarra é inconfundível. A música não tem um refrão marcante, o que poderia ser considerado um contra, mas se tratando de Queen isso até passa despercebido, pois contrasta com as inúmeras passagens melódicas e arrepiantes durante toda sua execução e a habilidade que Mercury tinha para interpretar uma música.

Leia o resto deste post »

, , , , , , , ,

3 Comentários

(1975)Queen – A night at the opera

Esse podemos dizer que é um dos álbuns mais importantes e influenciadores da história do Rock. Mostra o amadurecimento da banda e também expõe sua característica nos anos 70, que é bem mais pesado adicionado a música clássica e a ópera, que é bem explícita nesse álbum.

Melhor Música: Bohemian Rhapsody

Pior Música: Sweet Lady

Leia o resto deste post »

, , , , , , ,

1 comentário

(1977) Queen – News of the World

Capa

Uma das melhores e mais influentes de todos os tempos, o Queen apresenta esse que se tornou um dos principais álbuns da banda e até hoje escutamos em todos os lugares ao menos uma música desse que tem grandes clássicos da história do rock.

Melhor música: “We Will Rock You”

Pior Música: “Sleeping on the Sidewalk”

*Ordem das músicas de acordo com a ordem do Vinil.

Lado A:

1 – “We Will Rock You” (Brian May) – (2:01) 5/5

Um dos grandes clássicos da história do rock mundial. Sua batida da bateria e seu refrão em coro são lembrados por muitos.  Além de sua antológica batida, tem um solo com uma grande atuação, particularmente falando, de um dos meus guitarristas mais influentes, Brian May.

Leia o resto deste post »

, , , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: