Arquivo para categoria Manowar

Morre Scott Columbus, baterista do Manowar

Com imensa tristeza venho comunicar aos leitores do blog que ontem, dia 04/04, o lendário baterista do Manowar, Scott Columbus veio a falecer.

Ainda não foram informadas a causa da morte. Em breve divulgaremos aqui no blog.

Leia o resto deste post »

Anúncios

, , , , , , , ,

Deixe um comentário

(1982) Manowar – Battle Hymns

Por Joaora

O ano é 1982, e o Heavy Metal britânico estava em alta, lançamentos como The Number of the Beast ( Iron Maiden) , Screaming for Vengeance (Judas Priest) e Black Metal ( Venom) fazia com que esse fosse um ano memorável para alguns lançamentos do gênero. Toda via algumas bandas americanas também lançavam clássicos, o KISS por exemplo, botava no mercado o consagradissimo The Creatures of the Night e o Twisted Sister o ótimo Under the Blade, em meio a tudo isso, uma banda americana desconhecida, chamada Manowar, começava sua caminhada para o estrelato e lançava seu álbum de estréia…

Com letras épicas que veneravam o Heavy Metal e cheio de contos inspiradores este álbum se tornou um clássico do gênero, essencial a qualquer amante do Heavy Metal, a boa notícia é que recentemente a banda o regravou, não ouvi ainda para ver como ficou, mas como tudo que vem dos caras é ótimo, deve ter ficado foda de mais. Com alguns hinos da banda, Battle Hymns é o grande culpado por ter alavancado a banda ao sucesso repentino. No ano de seu lançamento foi muito bem aceito pela crítica e pelos fãs que se surpreenderam positivamente com o som agressivo e selvagem do Manowar. Eis aqui comentado faixa – a – faixa, neste humilde blog o lançamento do ano de 1982 ( ao menos para mim),  que perdurou em listas ao lado de álbuns já citados como o melhor do ano!

Melhor Música: Battle Hymn


Pior Música: Díficil, prefiro deixar esse espaço vago!

O Manowar é:

Eric Adams – Vocal

Ross the Boss – Guitarra

Joey DeMaio – Baixo

Donnie Hamzik – Bateria

Todas as canções foram escritas por Ross the Boss e Joey DeMaio, exceto onde anotado.

1 – Death Tone  – 4:48 5/5

Os roncos dos motores a mil, e dá se a largada! Battle Hymns já começa detonando. Os vocais de Eric Adams e a bateria tocada por Hamzik deviam receber um prêmio nesta faixa, o primeiro se apresenta ao mundo mostrando uma técnica apurada em suas cordas vocais, alcançando notas altas com sua voz rasgada e marcante, já Hamzik estralaça a bateria em certos momentos mais velozes da canção. Nos minutos finais o grande Ross the Boss se empolga e sola de maneira magnífica. O Manowar se apresentava ao mundo de maneira espetacular com um de seus maiores clássicos!

Leia o resto deste post »

, , , ,

2 Comentários

%d blogueiros gostam disto: