Arquivo para categoria Danger Danger

(2009) Danger Danger – Revolve

Por Joaora

E Ted Poley estava voltando para de onde nunca devia ter saído. E que volta meu amigo!  Esse trabalho da banda americana faz os antigos fãs, aqueles conseguidos na década de 80 com clássicos como Danger Danger e Screw It! voltarem a ficar doidões com a sonoridade típica de um bom Hard Rock. Lançado em plena século 21, Revolve vem para dizer que as antigas bandas ainda conseguem fazer coisas boas nos dias de hoje, sem perder aquela essência de anos antigos.

Quando foi lançado em 2009, lembro que fiquei abismado com a qualidade desse álbum. Após 6 anos sem lançar nada de novo o Danger Danger se erguia das profundezas do baú e voltava a ser AQUELE DANGER DANGER tão fodástico de hits e hinos emblemáticos.

“QUEM APRENDE A ANDAR DE BICICLETA NUNCA ESQUECE”

JOGA NO LIXO: ( SE VOCÊ TEM ALGUM DESSES ÁLBUNS DO DANGER DANGER EU SÓ LAMENTO)

Four the Hard Away

Dawn

Four the Hard Way

The Return of the Great Glidersleeves

Muito provavelmente você nunca mais vai ouvir falar desses álbuns por aqui!

Melhor Música:  Keep on Keepin’ on


Todas as músicas foram escritas por Bruno Ravel e Steve West

1 – That’s What I’m Talking About (4:19) 5/5

6 anos de espera My Friend…. 6 anos de espera, para voltar a ouvir a voz do grande Ted Poley na frente novamente dessa que é para mim uma das melhores bandas do Hard Rock americano. Vale dizer que a formação não é a mais fodástica aqui, sem Andy Timmons nas guitarras. Rob Marcello, até então um desconhecido toma conta do lugar deixado pelo cara, que é ídolo entre os fãs da banda. Que responsa de Rob Marcello. Sentimentos… eles tomavam conta de tudo quanto é gente que comprou o álbum quando lançado em setembro nos EUA, sentimentos ruins e bons… E o álbum começa… Um riff simples e as batidas do já conhecido Steve West tomam conta do tape, até que Ted Poley entra… O som moderno pode ser notado logo de ínicio, os segundos passam despretenciosos a letra que fala sobre o ressurgimento de  alguém para o rock  passa também despretenciosa… até que o refrão chega meu caro e o ouvinte se anima, este sente que Revolve será diferente, este reza para que todas as músicas tem um refrão que nem dessa música introdutória. As pessoas antigas voltam aos anos 80, quando o refrão é cantado por Poley magistralmente, no estilo marcante ala Danger Danger… Ótima faixa de abertura que mostra um Danger Danger mais moderno e antigo, se é que você me entende bem!

Leia o resto deste post »

Anúncios

, , , , ,

Deixe um comentário

(1989) Os Dez Melhores Álbuns

Seguindo o exemplo do site about.com (com matérias traduzidas no site Whiplash.net) e para comemorar o centésimo post do roqueveloz, aí vai um post especial, uma lista com os melhores álbuns de rock lançados em 1989, não é uma lista única, varia de pessoa pra pessoa, o que eu colocar aqui, é opinião minha e com certeza você irá discordar de algo, então coloque sua lista nos comentários, ou comente sobre os discos, e aproveite o post 😉

1 – Mötley Crüe – Dr. Feelgood 5/5
(Leia a resenha completa deste álbum, com comentários faixa a faixa, clicando aqui)

Mötley Crüe - Dr. Feelgood

Uma das obras primas do hard rock, “Dr. Feelgood” trouxe muito mais do que milhões de cópias ao gênero. Após a “Morte por overdose” de nikki sixx, a banda se trancou numa clínica de reabilitação e lançou o que é  considerado um dos melhores álbuns da história do hard rock.

Leia o resto deste post »

, , , , , , , , , , , , , , , , ,

4 Comentários

(1989) Danger Danger – Danger Danger

Capa

1989 e o Danger Danger se apresentava ao mundo com seu disco de estreia. Um puta disco que continha um Hard Rock festeiro e farofa, como muitos CDs vistos na época de ouro do Glam Metal! A banda continua na ativa até hoje, mas muitos consideram esse seu primeiro trabalho com sendo a definitiva obra prima. Danger Danger nunca foi um grande sucesso de vendas e de mídia ( mesmo fazendo um relativo sucesso), após o lançamento do álbum a banda saiu em uma turnê, onde abria shows de bandas como Kiss e Warrant!

Melhor Música: Rock America


Pior Música: Live it Up


1 – Naughty Naughty (4:50)     4,5/5

A banda se apresenta ao mundo com uma das músicas que mais fizeram sucesso entre os fãs. Naughty Naughty é o segundo single do álbum e tem uma bela introdução, ressaltando o baixo de Bruno Ravel. Tem um refrão daqueles que te fazem cantar junto após a primeira repetição. É uma boa música. Bruno Ravel aqui está com uma boa linha de baixo, bastante audível e bem executada!

Leia o resto deste post »

, , ,

1 comentário

%d blogueiros gostam disto: