Arquivo para categoria Ace Frehley

(1978) Kiss Solo Albums – Parte I: Ace Frehley

Por Hellion

Em 1978, o Kiss experimentava o primeiro de seus muitos problemas internos. Haviam acabado de lançar o clássico Love Gun em 1977, excursionaram sem parar desde o começo da banda, e infelizmente, os egos começaram a crescer. Gene Simmons e Paul Stanley haviam assumido naturalmente a liderança do grupo, até mesmo devido ao fato dos dois estarem sempre sóbrios, o que não ocorria com a outra metade da banda. Paralelo a isso, a marca Kiss crescia sem freio, originando as primeiras bizarrices do hoje famoso merchandising da banda, como bonecos, motos, patinhos de borracha (!), camisinhas (!!), caixões (!!!) e etc. Na onda do merchandising, veio também o primeiro filme: “Kiss Meets The Phantom Of The Park”, onde entre outras bizarrices, os caras tinham super poderes, e haviam clones do mal. E foi durante a gravação do filme que os egos inflaram de vez. Peter Criss e Ace Frehley resolvem abandonar o barco e seguir carreira solo. Os “bad boys do Kiss” estavam determinados, mas foram convencidos por Paul e Gene a ficarem, e poderiam se dedicar a uma carreira solo sem sair do Kiss. A opinião geral então sugeriu o lançamento simultâneo de 4 álbuns solo dos integrantes, dedicariam os álbuns uns aos outros, e poderiam fazer o que quisessem neles.

Leia o resto deste post »

Anúncios

, , , , ,

1 comentário

(1989) Ace Frehley – Trouble Walkin’

Por Hellion

O ano de 1989 foi foda. Muita coisa boa foi feita nesse período, e o que temos aqui hoje é um ótimo exemplo disso, mesmo não sendo um dos mais conhecidos. A carreira solo de Ace Frehley era a mais bem sucedida entre todos os ex-membros do Kiss, porém o segundo álbum do Frehley’s Comet, Second Sighting (1988) não vendeu nada, e a banda precisou ser reformulada. Por questões de marketing, o Frehley’s Comet passou a levar apenas o nome do guitarrista Ace Frehley, e a principal mudança foi a saída de Tod Howarth, que dividia os vocais com Ace desde o primeiro álbum, substituído por Richie Scarlet, amigo de longa data de Frehley, e membro original da banda solo ainda antes do lançamento do primeiro álbum. Trouble Walkin’ foi feito para ser uma volta ao hard rock clássico feito no primeiro solo com o Kiss, distanciando-se do som comercial feito principalmente no álbum anterior. Na cozinha, o fiel escudeiro Anton Fig na bateria e John Regan no baixo completavam o time, que teve ainda a participação do ex-companheiro de Kiss, Peter Criss, e de Rachel Bolan, Dave “The Snake” Sabo e Sebastian Bach, todos do Skid Row nos backin’ vocals. O álbum cumpre o que promete, trazendo a pegada clássica de Ace, com influência de blues e um dos melhores momentos do guitarrista nos solos. Altamente recomendado!

Melhor(es) música(s): Trouble Walkin’ / 2 Young 2 Die

Pior música: Do Ya

1 – Shot Full Of Rock (Frehley/Scarlet) (4:47) 5/5

O Spaceman já chega na voadora com a primeira faixa, uma canção bem forte, na linha da sua clássica “Rock Soldiers”, com um bom riff, bem no estilo do primeiro álbum solo ainda na época do Kiss. O refrão é ótimo também, e os vocais de Ace dão sinal de amadurecimento, em relação a coisas como “Shock Me”, onde o cara simplesmente não sabia cantar. No final, um ótimo dueto de guitarras mostra que o velho Spaceman estava mesmo de volta, mais rock and roll do que nunca.

Leia o resto deste post »

, , , , , , , , ,

6 Comentários

%d blogueiros gostam disto: