(26/03/2011) Iron Maiden – Estádio do Morumbi, São Paulo, Brasil


Por DiNebbia

O show do Iron Maiden em São Paulo aconteceu dia 26/03/2011 e foi algo inesquecível. Devo dizer que como fã dos clássicos estranhei um pouco o novo álbum  The Final Frontier e fui meio apreensivo. O show estava marcado para começar as 21:30h, sendo que o Cavalera Conspiracy abriria o espetáculo as 19:30h.

Começando do início tivemos a apresentação da banda Cavalera Conspiracy, o show desses caras não me agrada em nada e pelo que pareceu não agradou muito o público. Cerca de 70% das pessoas não se agitaram nem animaram, já o restante pareceu entrar em frenesi, bangueando, pulando e etc. Pra quem gosta deles deve ter sido uma boa abertura, enfim o show deles foi das 19:30h até as 20:20h.

Setlist Cavalera Conspiracy (Abertura):

Warlord
Inflikted
Killing Inside
Torture
Thrasher
Sanctuary
Terrorise
Refuse/Resist
Territory
Wasting Away
Doom Of All Fires
Troops Of Doom
Roots Bloody Roots

Pois bem, um breve tempo entre um show e outro e então perto das 21:00h começou a tocar a gravação da “Doctor Doctor”, um cover da banda UFO tocada pelo Iron Maiden no CD The Best Of The B’ Sides. Assim que a música acabou todas luzes se apagaram deixando somente um ‘pano estrelado’ no palco com vídeos no telão enquanto “Satellite 15… The Final Frontier” começava, devo dizer que foi lindo de se ver e toda minha apreensão foi embora, a faixa começa com alguns sons bem diferentes que ouvidos em casa eram um tédio, mas na abertura de um show fez mais sentido e então começam a cantar a segunda parte da música. Quem gostou das faixas do The Final Frontier já sentiu o show começando logo de cara embora muitos só tenham começado a reagir com a terceira música, “2 Minutes To Midnigth”.

O show continuou no pique com “The Talisman” e “Coming Home”, as duas faixas que não eram clássicos e mesmo assim agitaram bastante o publico, ainda mais com a breve apresentação de Bruce para “Coming Home” (uma das minhas preferidas do novo álbum).

Depois disso veio “Dance of Death”, não gosto muito desta faixa (minha opinião então nem vem me encher o saco, beijos), no show óbvio que foi ótimo, toda interpretação do Bruce com seus pulinhos parecendo um “imp” no palco.

E AGORA O SEGUNDO MELHOR MOMENTO DA NOITE, quando o queridíssimo frontman entra vestido de soldado: “The Trooper”! Se aquela porra de estádio não caiu com o início dessa música, não cai nunca mais com tanta gente pulando e se empurrando. Felizmente com a ajuda do meu primo consegui empurrar pra longe um cara que estava cagado na minha frente, SIM TINHA GENTE CAGADA NAQUELA PORRA, NÃO SABE SEGURAR NÃO? SEU PORRA!

Emendada na “The Trooper” já vem “The Wicker Man”, algo que deixa as coisas mais ou menos assim: Iron Maiden 1 vs 0 Lógica e Razão.

Uma pequena pausa antes de “Blood Brothers” para um discurso de Bruce Dickinson. Como sou leigo em inglês não entendi muita coisa, só algo do tipo “Não importa sua cor, sexo, aparência, não importa se é branco, preto, amarelo, estamos todos unidos por uma razão.” E também parece que a música foi dedicada às vítimas do tsunami do Japão e dos conflitos na Líbia. Quem viu o show me corrige aqui se eu estiver escrevendo besteira.

Acalmando os ânimos vem “When the Wild Wind Blows”, nessa faixa não ocorreu nada demais, só meu irmão virando pra mim e falando “não to vendo nada, to cego”. Retiramos o moleque do meio e levamos pra enfermaria, ele melhorou e voltei a tempo de pegar o começo da outra música então não posso falar muito dessa aqui, mas “The Evil That Men Do” só não superou “The Trooper” e o que ainda estava por vir, o robô Eddie começou a andar no palco nessa faixa, pfff, coitado dele…

Em seguida temos toda a ‘babação de ovo’ da Fear of The Dark (também não me agrada muito essa, ela é legal e tudo, mas sei lá, não me agrada).

Inicio da música “Iron Maiden” e então vem o Eddie de 8 metros e a única coisa que eu pensei foi: “CARALHOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!”. Palavras não chegam perto de descrever como foi, talvez um vídeo consiga expressar melhor:

Já comentei da “The Trooper” como segundo melhor momento do show e aqui vem o que realmente matou. Eles terminam a “Iron Maiden” e saem andando do palco, as luzes se apagam e ficam um tempinho fora enquanto o publico suplica “OLEEE OLEEE OLEEEE MAIDEN MAIDEN!”.

Felizmente suas preces são atendidas com:

“Woe to you, Oh Earth and Sea
for the Devil sends the beast with wrath
because he knows the time is short…
Let him who hath understanding reckon
the number of the beast, for it is a human number,
it’s number is Six hundred and sixty six…”

Pronto, iniciando o bis com “The Number Of The Beast” e “Hallowed Be Thy Name” logo em seguida, duas faixas que sozinhas conseguem dar “brain damage” em qualquer fã. Infelizmente tive o desgosto de ouvir um cara falando “agora vem ‘Running Way”’ antes de “Running Free” começar, mas é a vida…

Encerrar o show com “Running Free” enquanto apresentava a banda foi algo sensacional demais, já que estão tocando “Running Free” quem sabe um dia não venham a tocar uma “Purgatory” (sonho distante…).

Nada melhor do que terminar um show com a seguinte frase do Bruce: “Nós vamos voltar.”

Claro que vão, e no próximo o queridíssimo Hellion vai estar lá comigo😉

Setlist Iron Maiden:

Doctor Doctor (Intro, UFO cover)
Satellite 15… The Final Frontier
El Dorado
2 Minutes to Midnight
The Talisman
Coming Home
Dance Of Death
The Trooper
The Wicker Man
Blood Brothers
When The Wild Wind Blows
The Evil That Men Do
Fear of the Dark
Iron Maiden

Bis:
The Number Of The Beast
Hallowed Be Thy Name
Running Free
Always Look On The Bright Side Of Life (Outro, Monty Python song)

, , , , , , , , , , , , , , ,

  1. #1 por Pietro em 27/03/2011 - 22:41

    esse show matoOoOoOoOo.!!!!!!!!!!!!!!
    Eu fui na arquibancada vermelha, longe pra PORRRAaaaaaaaaaa!!!!!
    Na Hallowed By Thy Name teve briga la do meu lado.(Com o estadio rodo pra te briga vai te bem do meu lado). Tive orgasmos múltiplos quando vi o EDDIE DE 8 METROS o0o0o0o0o0o0o0o0o0

    ———OLEEE OLEEE OLEEEE MAIDEN MAIDEN!—-

    \o/MAIDEN RULES!\o/
    I MAIDEN RULES! I
    / \MAIDEN RULES!/ \

  2. #2 por darkmephisto em 28/03/2011 - 1:05

    Resenha foda!

    Não tava muito animado pra esse show até saber do Eddie de 8 metros….

    \,,/

  3. #3 por Fernando em 28/03/2011 - 7:49

    Cara esse show foi animal, e muito melhor do q eu esperava!!! Para mim, Coming Home foi a melhor música q eles tocaram!!! Só complementando o discurso do Bruce na blood brothers, ele fala q nao importa sua raça, cor, estilo, se vc curte iron maiden, vc êh da família! Fora q ele comentou q no dia q eles pousaram na nova zelandia, foi o dia que caiu aquela igreja, e 10 minutos antes de pousar no Japão aconteceu aquela tragédia!! Enfim, esse show valeu cada centavo bem gasto!!!! =].

    Valeu!!

  4. #4 por dinebbia em 28/03/2011 - 17:12

    Cara, só do meu lado eu vi segurança entra na pista e tirar uns 6 maluco no braço, asuahusha briga tem em todo lugar sem jeito mesmo.

    a Coming Home foi linda demais, quase morri cantando aquela

    ,\../

  5. #5 por bcolisse em 30/03/2011 - 0:46

    O show foi animal, tirando uns bebados caindo em cima de mim, uns caras me “ensinando” a usar maconha e cocaína, os “ambulantes contratados”, o monte de gente que foi roubada ( inclusive meu cunhado) e o cavalera conspiracy heuheuhehe

    Mas foi animal… When the wild wind blows, Blood brothers, the evil that man do e Hallowed be thy name valeram a noite com certeza!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: