Entrevista Exclusiva – Firewind


Por DarkMephisto e grande ajuda de Hellion e Bella

Formada na Grécia pelo guitarrista Gus G. que é mundialmente famoso e atualmente, substituto de Zakk Wylde na banda de Ozzy Osbourne e também pela sua passagem pela banda Dream Evil. Recentemente, a banda lançou seu último álbum intitulado “Days of Defiance”. O tecladista e guitarrista Bob Katsionis que concedeu essa entrevista e contou desde sua entrada na banda até sobre possíveis shows no Brasil. É uma honra compartilhar essa primeira entrevista internacional do Roque Veloz com todos vocês!

LINE UP:

Apollo Papathanasio (vocais), Gus G. (guitarra), Petros Christo (baixo), Bob Katsionis (teclado/guitarra) e Mark Cross (bateria)

CONTATO:

http://www.firewind.gr/ – Site Oficial
http://www.myspace.com/firewind – MySpace
http://twitter.com/firewindmusic – Twitter

 

Roque Veloz: Olá Bob! Primeiramente, gostaria de agradecê-lo por esta entrevista. É um prazer para nós do Roque Veloz! Vamos às questões:
Como foi o processo de composição do novo álbum Days of Defiance? O que há de diferente em relação aos outros álbuns?
Bob Katsionis: A diferença foi que muitas das músicas foram compostas durante a tour. Isso dá outro sentimento, diferente de escrever no conforto de casa. Diferentes sentimentos, emoções, lugares. Como ocorreu em músicas como “Embrance the Sun”, “Heading for the Dawn” e “Riding on the Wind”. Além disto, foi a mesma coisa: Gus ia de vez em quando para Atenas no meu estúdio caseiro, nós fizemos muitas músicas juntos, morávamos lá por um tempo e depois íamos de volta para lá.

Roque Veloz: Assim como muitas bandas, o Firewind liberou um single online para os fãs. Qual é a sua opinião em relação a crise da indústria musical e a distribuição livre de música? Porque escolheram lançar um single pela Web?
Bob Katsionis: Isso é uma merda né? Você tem que liberar o material senão as pessoas o roubam de você. Mas por outro lado, nós fazemos nossa música PARA essas pessoas, então não me preocupo.  Eu só quero ver todos os nossos fãs em nossos shows por um bom tempo. Não me importo muito com a indústria musical. Eu deixo isso para os profissionais. É esse o caminho do mundo, não há muito que possamos fazer sobre isso.

Roque Veloz: Ainda falando sobre o novo single (“World on Fire”), o Firewind gravou um clipe dessa música. Como foi a gravação desse clipe?
Bob Katsionis: Nós só gravamos esse clipe na frente de um fundo verde e depois a equipe de vídeo fez o resto, com nosso diretor fantástico, Patric Ullaeus e Gus. As pessoas pareciam odiar o vídeo (mas não a loira!), mas eu acho que a música é muito boa, isso é o que mais importa! Em Janeiro vamos lançar um novo clipe, que pessoalmente, eu gostei mais, vocês vão ver!

Roque Veloz: É inevitavel não perguntar sobre Gus G. e Ozzy Osborne. Isso mudou o relacionamento da banda, shows, rotina, composições?
Bob Katsionis: Sim, isso mudou. Imagine vocês que tem um webzine e de repente um de vocês vira editor chefe da Metal Hammer (n.t.: Revista especializada em Heavy Metal que circula no Reino Unido)! Será que ainda vai ser a mesma coisa? Mas desde que você vê a banda fazendo um novo álbum que aparentemente parece com rock (!) e a banda está contente durante a gravação, isso significa que nós amamos essa banda e nada pode acontecer entre nós! Quanto ao aspecto musical, não mudou porque nossas músicas já estavam praticamente compostas.

Roque Veloz: Fale-nos sobre os shows. Vocês estavam em tour na Europa até o fim de 2010 e fizeram shows no Japão agora em Janeiro. Qual é a expectativa da banda para esta tour? Será uma tour limitada apenas a Japão e Europa?
Bob Katsionis: É só isso por causa da disponibilidade do Gus. E você sabe que não é apenas o tempo livre, mas o cansaço dele também, porque todos nós sabemos que o que ele faz realmente é bem difícil. Mas tudo bem. Nos todos nós apoiamo-nos com ele e confiamos nele 100%. Ele ama o Firewind mais que vocês imaginam😉.

Roque Veloz: Dos lugares do mundo que você já tocou, qual foi o país que mais gostou de tocar? E qual outro país (ou lugar) que você nunca tocou e gostaria de tocar? Há planos ou probabilidades de acontecer uma tour Sul Americana, especialmente no Brasil?
Bob Katsionis: Haha, acredite, eu REALMENTE quero tocar no Brasil! Eu amo seu país. Eu adoro Rivaldo e o resto das estrelas do futebol. Eu amo ANGRA e Sepultura e eu ouvi coisas muito boas sobre seu país por meus amigos do Rotting Christ (n.t.: Banda grega de Black Metal), que tocaram aí algumas vezes. Sim, eu quero ir aí! E eu espero que alguém consiga isso para nós. A propósito, os meus lugares preferidos de tocar no mundo foram Japão e Los Angeles (EUA).

Roque Veloz: Conte-nos sobre sua entrada no Firewind. Isso foi durante uma tour no Japão, certo?
Bob Katsionis: Yesmit saiu da banda em 2004 quando um cara de uma rádio fez a conexão entre Gus e eu! Eu só o conhecia apenas pelo Dream Evil, eu conheci o Gus em Tessalônica. Ele me disse que o Firewind não tinha ninguém nos teclados, mas ele gostaria que eu participasse da tour hahahaha! Então eu fui e isso foi uma ótima experiência. Eu tenho aprendido muito trabalhando com ele.

Roque Veloz: Em 2010, vocês abriram para o Scorpions. Como foi isso?
Bob Katsionis: Isso foi simplesmente fantástico. 20 mil pessoas! E nós não sabíamos que tínhamos tantos fãs do Firewind no meio da multidão! As pessoas estavam loucas! Eu não posso esperar pra tocar outra vez em Atenas, minha cidade natal! Definitivamente, um dos melhores momentos da minha carreira de longe.

Roque Veloz: Em sua opinião, qual foi o melhor álbum lançado em 2010? (Não vale falar “Days of Defiance”, hahaha)
Bob Katsionis: Avenged Sevenfold! Álbum fantástico, realmente inovador, moderno, clássico e promissor para o futuro! E definitivamente o álbum do Spiritual Beggars. Eu nunca fui fã deles como eu sou agora!

Roque Veloz: Você participou do projeto de um dos mais importantes guitarristas de Power Metal. Como foi trabalhar com o Timo Tolkki no Revolution Renaissance? Como surgiu o convite?
Bob Katsionis: No começo, isso foi fantástico. Agora, eu estou totalmente arrependido. Eu queria nunca ter tocado uma nota sequer naquele álbum. Houve muita merda nos bastidores desse álbum. Talvez você pode perguntar pra um cara, Gus Monsanto como ele se sente em relação a esse trabalho. Pior que eu. Pena, um dos ídolos da minha infância foi destruído.

Roque Veloz: A Grécia não tem muitas bandas de referência. Como é o cenário do Heavy Metal lá? Que bandas gregas você pode recomendar?
Bob Katsionis: Lá tem uma grande cena do metal, mas só alguns de nós fazemos sucesso fora da Grécia. A música é muito forte aqui. Eu gostaria de sugerir que escutem Innerwish, uma banda antiga de Power Metal que pertence a LMP Records.  Eu fiz alguns clipes para eles. Dê uma olhada no meu canal no Youtube e procure quase 40 clipes de bandas gregas de metal que eu dirigi! – www.youtube.com/pvgroup

Roque Veloz: Quais são os planos futuros do Firewind? Quais objetivos você ainda quer chegar, musicalmente falando?
Bob Katsionis: Todos tem que ter razões pessoais para tocar música. A minha é apenas escrever algumas músicas que durem com o passar do tempo. E depois de 20 ou 30 anos, as pessoas ouçam Firewind e digam “Wow, isso é foda pra caralho!” Isso é tudo o que eu quero com a música. Falando sobre o Firewind, eu acho que nós todos queremos fazer com que a banda seja a maior do planeta! Nada mais que isso!

Roque Veloz: Qual é sua música favorita para tocar nos shows?
Bob Katsionis: Boa pergunta! Eu gosto de “Head Up High”, “I Am The Anger” and “Angels Forgive Me”, mas eu gosto também de tocar todas nossas músicas!

Roque Veloz: Que bandas você está ouvindo recentemente?
Bob Katsionis: É estranho, mas eu gosto de rock moderno como Avenged Sevenfold, Coheed and Cambria, Billy Talent e BFMV. Essas bandas são bem interessantes e subestimadas pelos fãs de metal, isso é triste.

Roque Veloz: Obrigado por essa entrevista! Gostaria de enviar uma mensagem final aos fãs brasileiros?
Bob Katsionis: Vejo vocês nos campos de futebol!

 

, , , , , , ,

  1. #1 por jonas em 17/01/2011 - 21:01

    Vocês gravaram a entrevista ?
    Se sim.. divulga aí pra gente!
    vlw \m/

  2. #2 por jonas em 17/01/2011 - 21:09

    Divulguem mais o blog aeee..Pois é Muito Bom o material de vcs!
    Sorte aew!

  3. #3 por darkmephisto em 18/01/2011 - 0:24

    Obrigado pelo comentario Jonas!!

    Infelizmente só foi por e-mail…quem sabe um dia quando o Firewind vier pro Brasil…hehe

  4. #4 por Rodrigo em 18/01/2011 - 16:17

    Muito bom o blog!
    Parabéns!

  1. Tweets that mention Entrevista Exclusiva – Firewind « Roque Veloz /,,/ -- Topsy.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: