(2004) Brides of Destruction – Here Come the Brides


Capa

Para os poucos que conhecem eis aqui a resenha de um ótimo álbum que se foi produzido na década 2000 (algo raro ultimamente)… Para os que não sabem Brides of Destruction foi a banda do  grande baixista do Motley Crue Nikki Sixx, aqui é o único vestígio de estúdio que se tem de Nikki tocando com sua antiga banda, a formação ainda contava com Traci Guns o ex guitarrista fodástico do L.A. Guns….Um time de peso… Para quem nunca ouviu essa pérola, que possui ótimas músicas dignas da dupla, vale a pena dar uma conferida!

Melhor Música: Life

Pior Música: I don’t Care

1 – Shut the Fuck Up (Nikki Sixx, London Legrand, Traci Guns) (3:03) 4/5

A primeira música mostra uma banda agressiva e selvagem… O som do quarteto aqui visto nada parece com os sons das americas Motley Crue e L.A.Guns… Está quase beirando um Punk, a letra é bastante suja e fala sobre as merdas dos presidentes…xxD… O refrão é cantado por LeGrand com raiva e sem muitos esforços vocais, repleto de efeitos eletrônicos em sua voz! Shut  the Fuck Up foi o único single do álbum e não obteve grandes sucessos na mídia!

2 – I don’t Care (Nikki Sixx, Traci Guns) (3:21) 3,5/5

Muitos efeitos eletrônicos foram aplicados ao 2ª tape, algo que diferentemente da faixa anterior não agradou muito… I Don’t Care tem um ritmo parecido com o da primeira, acelerado e despretencioso. A barulheira da guitarra de Guns nada se parece com alguns complexos riff e absurdos solos que ele fazia no L.A.Guns, Nikki Sixx não faz nada de especial aqui também, apenas segura um riff simples acelerado. Um refrão sem muita ousadia chega a ser enjoativo!

3 – I Got a Gun (Nikki Sixx, Traci Gun, London Legrand, John Corabi) (3:47) 4/5

A barulheira infernal some e algo mais musicalmente trabalhado aparece na 3ª canção do álbum. I Got a Gun é uma música experimental que em certos momentos chega a empolgar o ouvinte. LeGrand nunca foi unaminidade entre os fãs da banda, mas aqui o vocalista canta bem!…Ainda não é algo digno de uma banda que se tenha Guns e Sixx…Mas é uma boa música!…Vale dizer que I Got a Gun foi também escrita por John Corabi ex Motley Crue.

4 – 2x Dead (Sixx, Guns) (5:37) 4/5

A introdução de 2x Dead é interessante, não é muito complexa, mas as batidas da bateria de Scot Coogan e o riff simples de Guns fazem dela uma das melhores intro do álbum. O refrão é cantado por LeGrand do seu jeito característico, a voz grave estourando, os backing vocals muito presentes em toda a música, Gunns aqui faz um solo em sua guitarra muito digno, Sixx aqui também tem uma linha de baixo mais complexa do que nas duas faixas anteriores, o momento do dueto com LeGrand que cantava com a voz cheia de efeitos pode-se perceber isso… Um dos destaques!

5 – Brace Yourself (Sixx, James Michael) (4:04) 5/5

Um riff sensacional de Guns é o grande destaque da 5ª música que é animada e “feliz”, que conta com ótimos backing vocals e LeGrand atuando em uma de suas melhores apresentações. Aqui começaria as músicas que mais viriam a lembrar um Hard feito pelas dignissimas Motley Crue e L.A.Guns!

6 – Natural Born Killers (Sixx, Legrand, Guns, Michael) (4:31) 5/5

Feelings e muitos harmônicos podems ser notados em Natural Born Killers, a música é menos puxada ao Punk, algo que nas músicas anteriores ficou muito evidente… LeGrand novamente com seus vocais limitados, porém bons, aqui canta com sua voz grave (muito ajudado pelos backing vocals) de uma maneira que agrada. Guns novamente faz um belo solo com sua guitarra aqui, a alternância de tempos no fim da música contribui para que essa seja outro destaque!

7 – Life (Sixx, Kevin Kadish, Guns, JustinNichols) (3:31) 5/5

A música que todos esperam quando se juntam Nikki Sixx e Traci Guns para fazer algo, assim pode ser descrita Life. Aqui eu me atrevo a chamar os dois de gênios, por unirem tão fodástica e emocionante letra, numa melódia proprícia para tal! Life para mim é daquelas músicas que se quando está triste basta ouvir para se animar, a letra é estimulante e a música vai crescendo em peso de acordo com os minutos. Scott Coogan, o baterista, solta a voz e canta beirando a perfeição essa faixa, ou você pensa que baterista só sabe tocar bateria ( a maioria sim, mas não Scott Coogan HEHE) … O refrão é grudento e memóravel!… Certamente a que mais lembra um som digno de L.A.Guns, a música é meio “feliz de mais” para lembrar imediatamente Motley Crue, mas em comparação ao restante do álbum é uma das que mais profundamente recorda!

8 – Revolution (Sixx, Guns, Legrand) (4:37) 5/5

Uma introdução mais pesada e cheia de efeitos retoma ao que o álbum foi em seu começo, algo que beirava o Punk e o Sleaze!… Guns canta toda canção junto com LeGrand aqui, o dueto dos dois é o destaque, junto com o refrão que é cantado por Guns como primeira voz e LeGrand fazendo os backings junto com Sixx e Coogan. A mudança de ambiente aqui foi feita com muita inteligencia…A música por hora acelerada se torna lenta para o seu ápice… O grande solo de Guns, os segundos passam com o guitarrista solando e a bateria de Coogan e a voz selvagem de LeGrand retomam o peso da faixa, ainda com Guns solando… Aqui se torna claro que esta foi uma das músicas mais trabalhada de todo álbum.

9 – Only Get so Far (Sixx, Michael, Guns) (5:05) 5/5

Nikki Sixx cansa de ficar em segundo plano durante quase todo álbum e com seu instrumento na última faixa toca uma linha de baixo mais audível e descente para o baixista… O álbum se encerra com uma balada de primeira. O riff de Guns também muito bem tocado, mais complexo do que os padrões adotados pela banda durante o álbum, seu solo novamente expetacular… LeGrand arrisca uns agudos aqui e ali durante a execução de Only Get so Far e não decepciona… Recordando, ótima música de encerramente que adota a formula da anterior, enquanto LeGrand solta a voz, Guns faz seu espetáculo em segundo ambiente um solo digno e muito técnico.

Aqui acabava Here Come the Brides uma reunião belissima, entre o lendário Traci Guns e o não menos lendário e Bad Boy Nikki Sixx!

Média do Álbum: 8,5/10


, , , , , ,

  1. #1 por griffin em 26/09/2010 - 16:15

    O nome da música ta errado. D: É “Shut The Fuck Up”, e não “Shut up the Fuck Up”.
    Espero ter ajudado maaais uma vez. ^^

  2. #2 por joaora em 26/09/2010 - 18:12

    Opa….Obrigado griffin, falta de atenção da minha parte!

    • #3 por griffin em 16/10/2010 - 19:10

      Opa, imagina. É sempre bom ajudar *-*

  3. #4 por Wagão em 13/06/2011 - 15:29

    Opa… só uma correção: “Life” é cantada pelo batera Scot Coogan!
    Abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: