Arquivo de 9 setembro, 2010

(2004) Brides of Destruction – Here Come the Brides

Capa

Para os poucos que conhecem eis aqui a resenha de um ótimo álbum que se foi produzido na década 2000 (algo raro ultimamente)… Para os que não sabem Brides of Destruction foi a banda do  grande baixista do Motley Crue Nikki Sixx, aqui é o único vestígio de estúdio que se tem de Nikki tocando com sua antiga banda, a formação ainda contava com Traci Guns o ex guitarrista fodástico do L.A. Guns….Um time de peso… Para quem nunca ouviu essa pérola, que possui ótimas músicas dignas da dupla, vale a pena dar uma conferida!

Melhor Música: Life

Pior Música: I don’t Care

1 – Shut the Fuck Up (Nikki Sixx, London Legrand, Traci Guns) (3:03) 4/5

A primeira música mostra uma banda agressiva e selvagem… O som do quarteto aqui visto nada parece com os sons das americas Motley Crue e L.A.Guns… Está quase beirando um Punk, a letra é bastante suja e fala sobre as merdas dos presidentes…xxD… O refrão é cantado por LeGrand com raiva e sem muitos esforços vocais, repleto de efeitos eletrônicos em sua voz! Shut  the Fuck Up foi o único single do álbum e não obteve grandes sucessos na mídia!

Leia o resto deste post »

, , , , , ,

6 Comentários

(2009) Kiss – Sonic Boom

Desde Psycho Circus (1998), o Kiss fez de tudo: Mudou formação, fez tour de despedida, não se despediu, lançou mais um Alive e várias coletâneas, ganhou muito dinheiro… mas nada de álbum novo. Até 2009 quando os caras estavam comemorando 35 anos de carreira e voltaram à cena chutando tudo com esse discasso. Sonic Boom foi produzido por Paul Stanley himself, e é uma das poucas “voltas às raízes” bem sucedidas de que se tem notícia. Encontramos elementos do Kiss original, com uma pitada de anos 80, e um certo peso, tudo sob comando do Starchild no estúdio. Podemos dizer que é um encontro de Rock And Roll Over (1976) (a começar pela capa, que foi desenhada pelo mesmo artista responsável pela capa de RARO) e Creatures Of The Night (1982). E que encontro!

Melhor música: All For The Glory

Pior música: Never Enough

1 – Modern Day Delilah (Stanley) (3:36) 5/5

Abre o CD com um riff bem original, com uma pegada bastante “Led Zeppelin”, o que acontece com freqüência nas composições de Stanley. A voz do Starchild dá sinais de perda de potência, mas (pelo menos em estúdio) continua bem afinada. Destaque ao bom solo de Tommy Thayer que soa com mais personalidade, tirando aquele estigma de “substituto do Ace”, e aos backin’ vocals do velho demônio, que sempre dão força à música. Ótimo começo.

Leia o resto deste post »

, , , , , , , ,

3 Comentários

Nota de imprensa sobre saída de Mike Portnoy do Dream Theater por Jordan Rudess

Fonte: http://jcrudess.wordpress.com/2010/09/09/dream-theater-press-release/

To all of our loyal fans and friends: It is with
profound sadness — regret — we announce that Mike
Portnoy, our lifelong drummer and friend, has
decided to leave Dream Theater. Mike’s stature in
the band has meant the world to all of us
professionally, musically, and personally over the
years. There is no dispute: Mike has been a major
force within this band.

While it is true that Mike is choosing to pursue other
ventures and challenges, we can assure you
that Dream Theater will continue to move forward
with the same intensity — and in the same musical
tradition — that you have all helped make so
successful, and which is truly gratifying to us.

Fans and friends: File this episode under “Black
Clouds and Silver Linings.”As planned, we begin
recording our newest album in January 2011, and
we’ll follow that with a full-on world tour. “The Spirit
Carries On.”

All of us in Dream Theater wholeheartedly wish Mike
the best on his musical journey. We have had a long
and meaningful career together. It is our true hope
that he finds all he is looking for, and that he
achieves the happiness he deserves. He will be
missed.

——————-

Tradução. Relevem os erros por favor:

Para todos nossos caros fans e amigos: é com muita tristeza – arrependimento – que nós anunciamos que Mike Portnoy, nosso bateirista de toda vida e amigo, decidiu deixar o Dream Theater. O tamanho de Mike na banda foi muito importante para todos nós profissionalmente, musicalmente e pessoalmente dentre os anos. Não há disputa: Mike foi uma força maior nesta banda.
Por enquanto é verdade que Mike está escolhendo seguir outras aventuras e desafios, podemos afirmar que o Dream Theater continuara a seguir em frente com a mesma intensidade – e na mesma tradição musical – que vocês todos tem ajudado a fazer muito sucesso, e que nos faz tao gratos.
Fans e amigos: Guarde esse episódio sobre “black clouds and silver linings”( ultimo album de estudio da banda – nuvens negras e esse “silver lining” tem o mesmo sentido de “luz no fim do tunel” , demonstrando que mesmo em maus periodos há esperança. Silver ining referido é o contorno dourado que se pode observar em vola de nuvens negras durante dias ensolarados.). Como planejado, nos começaremos gravando nosso mais novo album em 2011, e continuaremos em uma world tour completa. “The spirit carries on” ( o espirito continua, referencia a musica do album “scenes from a memory (1999/2000).)
Todos nós do Dream Theater desejamos de todo coração o melhor para Mike em sua jornada musical. Nós tivemos uma longa e significante carreira juntos. é nossa real vontade que ele ache oque está procurando, e que ele alcance a felicidade que ele merece.Nós sentiremos sua falta.
LONG LIVE DREAM THEATER!

Foto tirada no ultimo show do Dream Theater em São Paulo - 2010

* Escrito por Bruno, um fã que está completamente arrasado com a noticia =/
** Esse post não foi um review de um album…mas tive que escrever. Voltamos com nossa programação normal no prox. post ;D
***  A nota de imprensa traduzida de Jordan Rudess sobre a saida de Portnoy do Dream Theater, voce viu primeiro aqui ;D

, , , , , , , , , , ,

2 Comentários

%d blogueiros gostam disto: