(1980) Saxon – Wheels of Steel


Capa

Após o trabalho de estréia ter rendido frutos sensacionais para a banda, como fazer uma mini-turnê ao lado do Motorhead, o segundo álbum do Saxon foi muito esperado pela cena Heavy Metal do país britânico. É considerado um clássico do grupo, entretanto na minha opinião a banda viria a evoluir após o lançamento de Wheels of Steel que é um discasso. O álbum chegou a alcançar a 5ª posição nas paradas do Reino Unido. Um belo disco que foi muito importante para a ascenção do NWOBHM (New Wave of British Heavy Metal).

Melhor Música: 747 (Strangers in the Night)

Pior Música: Freeway Mad


1 – Motorcycle Man (3:56) 4,5/5

O ronco de algumas motos iniciam o tape. Motorcycle Man abre de uma boa forma o álbum, com um riff de guitarra potente e acelerado. A banda aqui no geral está bastante rápida. A música com seus 4 minutos é aquela típica canção que não parece que tem 4 minutos e sim 2, quando se está ouvindo. A letra fala sobre rachas. O riff de baixo em determinada hora contrastando com o belo solo de Graham Oliver na guitarra é o ápice da canção, que tem um refrão muitas vezes repetido. Porrada na orelha do ínico ao fim!

2 – Stand Up  and Be Counted (3:09) 4,5/5

A velocidade contida na canção anterior é amenizado na 2ª faixa. Que tem um riff de baixo feroz e simples ” técnicamente” de Steve Dawson que segue igual durante toda a canção. O refrão de Stand Up and Be Counted se sobressai em relação ao da canção anterior e é um dos melhores do álbum. O riff das guitarras duplas de Paul Quinn e Graham Oliver é muito bem executado e interessante!

3 – 747 (Strangers in the Night) (4:58) 5/5

A melhor música do álbum pra mim, é uma das que no ano do lançamento de Wheels of Steel mais se sobressairam. Sua introdução sem a menor dúvida é a melhor do álbum, abre logo com um fodástico e belíssimo solo da guitarra de Olivier, enquanto Quinn segura bem a base. É ainda mais lenta do que a canção anterior, mas isso não é um contra! O refrão desta é um dos pontos mais positivos de 747 (Stranger in the Night), é quase falado por Biff Byford sua voz  contrastando com um belíssimo riff das guitarras de Olivier e Quinn. O vocalista aqui está em uma de suas melhores apresentações. Clássicasso dessa banda britânica!

4 – Wheels of Steel (5:58) 5/5

Acaba um clássico e começa outro. Aqui Byford beira a perfeição, juntamente com os dois guitarristas que estão em uma harmonia incrível, tocando ambos um riff simples e pesado. O refrão de Wheels of Steel é um dos marcos do álbum, é quase ímpossivel depois da 3ª repetição não cantar junto com Byford.

She’s Got Wheels….Wheels of Steel!

O solo de guitarra aqui é belo, como os poucos backing vocals aqui utilizados. Vale ressaltar também o momento em que a banda para de tocar e depois retorna com o refrão avassalador e meteórico…. Momento esse muito memorável…Outro clássico!

5 – Freeway Mad (2:41) 3,5/5

Um solo abafado da bateria de Peter GIl da a introdução da faixa após a clássica Wheels of Steel. Parece que após ter tocado 2 musicassas a banda queria descansar, tocar algo mais “comum”. Freeway Mad não tem algo totalmente fodástico em que mereça um destaque, talvez o solo de Oliver em sua guitarra. A velocidade aqui volta com tudo, e a barulherira é infernal!

6 – See the Light Shinning (4:55) 5/5

A velocidade continua na 6ª faixa, um riff de guitarra acelerado e uma bateria de batidas rápidas seguidas ao pé da letra por um baixo que em certo momento chega a solar não deixam a velocidade cair. O refrão aqui é muitas vezes cantado e grudento. A canção muda de tempo algumas vezes, os instrumentos se alternando, na sua primeira parte a guitarra fazia o riff acelerado, na segunda quem faz é o baixo feroz de Dawson, enquanto as guitarras tem sua intensidade de velocidade diminuída e alternam entre um riff simples e algumas vezes bem elaborado , aliás é aqui em que o baixista melhor está tocando. A banda beira a perfeição aqui em seus instrumentos.

7 – Street Fighting Gang (3:12) 3,5/5

A 7ª faixa é uma das mais aceleradas do álbum, a bateria de batidas rápidas e a guitarra de riff simples e acelerado voltam aqui. Street Fighting Gang tem uma letra típica do Saxon e fala sobre guangues de rua, é pouco inspirada, como a canção em si, que não tem um refrão ao certo e nem um solo de guitarra digno, tornando-a um grande pecado.

8 – Suzie Hold On (4:34) 5/5

Um riff de baixo totalmente feroz e os chimbais da bateria de Pete Gill dão a introdução a uma das melhores músicas do álbum… Segundos depois entra as guitarras duplas fazendo um riff simples que perdura quase durante toda a canção. Suzie Hold On não é acelerada como a música anterior e tem em seu refrão um belo momento. O solo de guitarra aqui não é provido de muita técnica, feelings e velocidade , como a maioria dos solos da banda, entrentanto se encaixam bem na melodia da canção, que é uma das mais lentas.

9 – Machine Gun ( 5:23) 4/5

Machine Gun, a saidera, tem as características da maioria das canções de Wheels of Steel. Um riff de guitarra acelerado e as batidas rápidas da bateria ostentam um ritmo veloz a música que também conta com um baixo bem tocado e feroz. Machine Gun tem um refrão muitas vezes repetido e um belo solo de guitarra… Fechando bem o álbum que levaria o Saxon a patamares mais altos na carreira!

Média do álbum: 8,5/10

Todas as músicas foram escritas por Byford, Quinn, Oliver, Dawson e Gil.

if (mata[l][c]!=0)

{
cout<< “Palete carregado”<< endl;
}

, , , , ,

  1. #1 por korb em 11/03/2011 - 12:11

    Saxon é uma banda lendária, mas esse álbum na minha opinião foi o pior. As únicas músicas boas que se podem tirar daí são “Strangers in the night” e “Wheels of steel”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: