(1990) Steelheart – Steelheart


Capa do álbum

Outra banda muito injustiçada por ter aparecido apenas no começo da década de 90, o Steelheart não fez todo o sucesso que merecia, apesar de ter atingido um certo sucesso com seu álbum de estréia, tendo canções como I’ll never let you go em 14º nas paradas da billboard. A Banda também foi reconhecida mais tarde por ter uma de suas músicas lançadas no filme “Rockstar” de 2001, onde a banda fictícia tem o nome de “Steel Dragon”, uma clara alusão/homenagem a banda.

Melhor música: I’ll never let you go

Pior música: Can’t stop me lovin’ you

1.”Love Ain’t Easy” – 3:41 (Miljenko Matijevic, James Ward, Jimmy Ward) 4,5/5
Uma calma introdução e um coro do refrão abrem o álbum de estréia do Steelheart com excelência, mesclando peso nas guitarras e melodia nos vocais a faixa lembra muito outros lançamentos do mesmo ano, como Slaughter e Firehouse, um claro apelo para manter o hard rock na mídia e não faltar público para o álbum, contudo é uma ótima faixa e merece destaque.

2.”Can’t Stop Me Lovin’ You” – 5:06 (Matijevic) 3/5
Fugindo um pouco dos padrões da primeira faixa e com uma composição um pouco mais técnica, “Can’t stop me loving you faz cair um pouco a empolgação, com uma linha de baixo muito semelhante a composições de blues, faz a música ficar com uma cara de semi-balada, apesar de todo o peso nas guitarras. O Destaque negativo fica por conta de Matijevic, que tem uma ótima voz, mas parece não saber a hora de simplesmente “cantar”, não era necessário mostrar a todo momento onde sua voz consegue chegar, em certo ponto do álbum começa a se tornar extremamente irritante isso.

3.”Like Never Before” – 4:45 (Matijevic, Ward, Ward) 4/5
Apesar do excesso de gritos já críticados, “Like Never Before” mantém o peso nas guitarras, mas volta a ter a empolgação da primeira faixa, principalmente no refrão, que é o ponto alto da música.

4.”I’ll Never Let You Go” – 6:21 (Matijevic) 5/5
Música de maior sucesso da banda, chegou a figurar em 14º nas paradas da Billboard, aparece também em diversas coletâneas de hard rock, classificada como uma das melhores baladas do gênero e apesar dos excelentes solos de Uros Ravoski, o destaque fica por conta dos vocais, Matijevic chega a impressionar com os agudos e o nível em que sua voz pode chegar, clássico absoluto.

5.”Everybody Loves Eileen” – 6:20 (Matijevic, Ward, Ward) 5/5
Um riff abafado que nos lembra alguns trabalhos do Van Halen, o álbum mantém o ótimo nível da faixa anterior e se torna uma das melhores da banda, principalmente por não conter excesso de gritos no meio da música.

6.”Sheila” – 7:40 (Ward, Ward) 5/5
Agora com uma pegada totalmente blues, tem início uma outra balada do álbum, a banda consegue manter toda a qualidade já mostrada durante este trabalho e também mostra que pode fazer algo bem diferente, mas agradável, o talento da banda é excepcional, a música conta a história de uma mulher e o que o vocalista é capaz de fazer para conquistá-la, um clichê do blues, destaque para o ótimo solo de guitarra. Pode chegar a se tornar enjoativa por conta dos seus longos 7 minutos.

7.”Gimme Gimme” – 5:23 (Matijevic, Ward, Ward) 4,5/5
Voltando ao peso mostrado no início do disco “Gimme Gimme” não traz nada de novo ao álbum, com a mesma fórmula já apresentada em Like Never Before, e Everybody Loves Eileen, apesar disso não deixa de ser uma bela música, fez um certo sucesso entre os fãs do álbum.

8.”Rock’N Roll (I Just Wanna)” – 4:10 (Matijevic, Ward, Ward)
3,5/5
Um riff rápido e explosivo dá início a faixa, talvez a mais pesada do álbum, a música mantém a pegada do começo ao fim, aqui a banda consegue mostrar toda a sua capacidade, deixando o vocalista Miljenko Matijevic em segundo plano, o que é um tanto quanto difícil, a letra tem como temática o mesmo clichê abordado desde o início do rock n’ roll, “I don’t want go to schoo, i just wanna rock”. Destaque para o solo de bateria e de guitarra no meio da música.

9.”She’s Gone (Lady)” – 6:30 (Matijevic)
5/5
Balada no piano, com um lindo solo de guitarra de introdução, outra faixa em que a banda consegue mostrar seu talento e também que não precisa fazer um álbum cheio de músicas iguais, aqui os berros estridentes de Matijevic, criticados anteriormente caem como uma luva e com uma das melhores apresentações vocais de todos os tempos a música ganha destaque no meio de tantos clássicos contidos no álbum.

10.”Down n’ Dirty” – 6:42 (Matijevic, Ward, Ward) 5/5
E para encerrar com chave de ouro vem Down n Dirty que tem o mesmo espírito de curtição da primeira faixa do álbum, e após o término do disco o refrão desta faixa fica impregnado em sua cabeça, ponto alto do álbum, que mesmo após algumas faixas não tão ótimas, deixa um gostinho de quero mais, e com certeza vale a pena ouvir várias e várias vezes.

Média do álbum: 8/10

Post dedicado a @BellaBrendler, te amo muito amor ♥

, , , ,

  1. #1 por Isabella Brendler em 03/08/2010 - 18:54

    Aêêê, ótimo post *~*
    Concordo com você na maior parte das coisas, mas ainda acho Can’t Stop Me Lovin’ You melhor que Rock’N Roll (I Just Wanna)…questão de gosto.
    Tô ouvindo de novo lendo as críticas…se as pessoas soubessem como é legal fazer isso, visitariam mais o Roque Veloz.
    Obrigada por dedicar o post Gui, também te amo muito❤
    Beijo =*

  1. (2008) Steelheart – Good 2B Alive « Roque Veloz /,,/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: