(1994) Mötley Crüe – Quaternary


Capa do álbum

Junto com o álbum “Mötley Crüe” foi lançado um EP contendo músicas individuais de cada integrante da banda, chamado “Quartenary”. O EP hoje em dia é raridade, pois fora lançado apenas 20.000 cópias dele na época, e se você espera o Mötley Crüe dos clássicos de “Too Fast For Love”, ou até mesmo do “Girls,Girls,Girls”, passe longe, pois este lançamento é uma viagem até mesmo mais distante do som do grupo que o próprio álbum de 94.

Melhor Música: Bittersuite


Pior Música:
Father

1. “Planet Boom” (Tommy Lee) – 3:49 – Produced by Lee & Rock 3/5
Quem conhece a carreira solo de Tommy Lee não vai se assustar com esta faixa, mas para ouvintes apenas dos clássicos Hard Rock do Mötley Crüe vai ser um tapa na cara, pois de hard rock não tem nada, um Hip-Hop bem composto, com alguns fills de guitarras, abrem este ep, o próprio Tommy Lee está nos vocais aqui.

2. “Bittersuite” (Mick Mars) – 3:17 – Produced by Mars & Rock 5/5
Agora com algo um pouco mais na linha do Mötley Crüe que todos conhecem, vem “Bittersuite”, composição de Mick Mars, um instrumental com um pé no blues e excelentes solos de guitarra, lembra um pouco a clássica “God Bless The Children Of The Beast” contida no álbum “Shout At The Devil”

3. “Father” (Nikki Sixx) – 3:58 – Produced by Sixx & Rock 3/5
Seguindo, temos a música de Nikki Sixx, mesclando peso e melodia em um som totalmente experimental, aqui sixx divide o vocal com corabi, com uma letra pesada e marcante, porém o baixista não consegue passar sua marca nesta música um tanto quanto “estranha”.

4. “Friends” (John Corabi) – 2:28 – Produced by Corabi & Rock 5/5
John Corabi mostra que não é um peso morto e com uma bela balada composta por ele no piano acaba de provar que ele era um substituto a altura para Vince Neil, a música é realmente ótima, mas não tem a cara do Mötley Crüe, talvez seja por isso que Corabi não tenha sido aceito tão bem pelo público.

5. “Babykills” (Corabi, Lee, Mars, Sixx) – 5:23 – Produced by Rock 5/5
E pra encerrar, uma faixa envolvendo a banda inteira, começa com um diálogo da banda antes da gravação, tem um riff pesado e vocais quase gritados, lembra muito as músicas do álbum “Mötley Crüe”, tem um belo refrão.

Média do álbum: 8/10

, , , , , , , ,

  1. #1 por Isabella Brendler em 29/07/2010 - 21:41

    Parece bom. Acho interessante ver a diversidade musical que uma pessoa consegue abranger. Tommy Lee e hip hop? Me parece bem estranho…mas não conheço nada da carreira solo dele, so…
    Post bem escrito =)
    Beijo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: