(1971) Black Sabbath – Master Of Reality


O terceiro álbum do Black Sabbath foi lançado em 1971 e traz algumas peculiaridades em relação aos anteriores: agora a guitarra de Tony Iommi e o baixo de Geezer Butler estão afinados um tom e meio abaixo, tornando esse provavelmente o álbum mais pesado do Sabbath em termos de sonoridade.

Melhor música: Embryo/Children Of The Grave

Pior música: After Forever

1 – Sweet Leaf (Tony Iommi/Ozzy Osbourne/Geezer Butler/Bill Ward) (5:05) 5/5

A tosse de Tony Iommi (após fumar um baseado) abre o disco seguida de um dos riffs mais clássicos do Sabbath. A música é uma declaração de amor à maconha, e os vocais de Ozzy Osbourne soam potentes. Grande destaque também para o baixo de Geezer Butler.

2 – After Forever (Tony Iommi) (5:26) 3/5

Boa música com citações sobre Deus, Jesus Cristo e outras questões religiosas. Seu riff principal é marcante, mas a letra não empolga. No final se torna um tanto repetitiva.

3 – Embryo (Tony Iommi) (0:28) 4/5

Breve introdução na guitarra distorcida de Tony Iommi para a poderosa…

4 – Children Of The Grave (Tony Iommi/Ozzy Osbourne/Geezer Butler/Bill Ward) (5:17) 5/5

Hino absoluto do Sabbath, cada nota soa extremamente pesada e agressiva. Bill Ward mostra que não deve nada aos maiores gênios das baquetas. Mais uma vez Geezer nos proporciona uma linha de baixo magistral. Um solo perfeito de Tony Iommi no final, e tudo isso regado por uma ótima letra. Masterpiece!

5 – Orchid (Tony Iommi) (1:31) 4/5

Uma linda introdução acústica, perfeita para a próxima pancada…

6 – Lord Of This World (Tony Iommi/Ozzy Osbourne/Geezer Butler/Bill Ward) (5:26) 5/5

Música cadenciada com um riff quase que doentio. Aqui a guitarra de Iommi soa tão grave quanto o baixo de Geezer. Ozzy Osbourne merece destaque nos refrões.

7 – Solitude (Tony Iommi/Ozzy Osbourne/Geezer Butler/Bill Ward) (5:02) 3/5

Única balada do album. Durante anos pensou-se que era cantada por Bill Ward, mas apesar do vocal nada familiar, era Ozzy. Um ótimo instrumental, apesar de lembrar muito algumas músicas do The Doors.

8 – Into The Void (Tony Iommi/Ozzy Osbourne/Geezer Butler/Bill Ward) (6:11) 4/5

Uma das mais “dark” do disco. Bom riff (sim, mais um riff que merece ser citado) e boa letra. Uma parte mais acelerada no meio da música acaba sendo a “cereja do bolo” pra encerrar esse curto, porém clássico álbum do Sabbath e do Heavy Metal.

Média do álbum: 9,5/10

, , , , , , ,

  1. #1 por Guilherme em 04/06/2010 - 11:04

    Caralho mano…classificar After forever como a pior musica é sacanagem…mas enfim esse album na minha opinião é melhor que o paranoid, o segundo mais pesado do sabbath com o ozzy perdendo apenas pro sabotage que inspirou todo o Trash metal…Master of reality começou mostrar ao mundo que o sabbath era realmente a banda mais pesada da epoca, com letras falando sobre religião,vicio em maconha,ocultismo,grandes riffs e a voz do ozzy apesar de ser horrivel mostrando que pro heavy metal não precisa ter voz boa e sim atitude ao cantar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: