(1974) Kiss – Kiss


O álbum homônimo de estréia do Kiss foi gravado entre Outubro e Dezembro de 1973 no Bell Sound Studios em New York. Produzido por Kenny Kerner e Richie Wise.

Melhor música: Black Diamond

Pior música: Kissin’ Time

1 – Strutter (Gene Simmons/Paul Stanley) (3:10) 5/5

O Kiss vem ao mundo com a introdução na bateria de Strutter. Clássico absoluto da banda (assim como quase todo o álbum), é uma ótima prévia do que viria a seguir: riffs simples e diretos, solos também simples porém muito bem executados por Ace Frehley.

2 – Nothin’ To Lose (Gene Simmons) (3:26) 3/5

Os vocais ainda nada demoníacos de Gene Simmons acabam prejudicando a música, que apesar dos insistentes gritos de Peter Criss no refrão (extremamente repetitivo, por sinal), não é das melhores do álbum.

3 – Firehouse (Paul Stanley) (3:18) 4/5

Famosa nos shows pelo ritual de cuspir fogo do baixista Gene Simmons, Firehouse tem uma linha de baixo simples porém criativa. Paul Stanley não estava em seus melhores dias como vocalista, mas ainda assim ótima música que com certeza soa melhor ao vivo.

4 – Cold Gin (Ace Frehley) (4:21) 5/5

Uma das melhores do disco! Riff extremamente grudento, refrão idem. Ace Frehley escrevendo sobre álcool, não tem como dar errado… Clássico absoluto do Kiss!

5 – Let Me Know (Paul Stanley) (2:58) 3/5

Não chega a ser ruim mas também não acrescenta nada ao álbum. O ponto alto é o final, que nada mais é do que o solo que Ace Frehley usaria ao vivo anos mais tarde em She.

6 – Kissin’ Time (Kal Mann/Bernie Lowe) (3:52) 2/5

Incluída no disco por insistência da gravadora. Música totalmente desnecessária cantada por Paul Stanley, Gene Simmons e Peter Criss, era pra fazer sucesso por citar várias cidades americanas. Ainda bem que não deu certo.

7 – Deuce (Gene Simmons) (3:05) 4/5

Música responsável por abrir o show em várias turnês, Deuce é exatamente o que você precisa depois das “mais ou menos” Let Me Know e Kissin’ Time. Pesada e contagiante, é para muitos a marca registrada de Gene Simmons. Peca por ter uma das piores letras do Kiss.

8 – Love Theme From Kiss (Paul Stanley/Gene Simmons/Ace Frehley/Peter Criss) (2:24) 3/5

Um curto instrumental do que era uma antiga demo chamada “Acrobat/You’re much too young”, que também deu origem a Detroit Rock City. Interessante, porém não melhor do que a demo.

9 – 100,000 Years (Gene Simmons/Paul Stanley) (3:22) 5/5

Uma das linhas de baixo mais legais e por que não complexas já escritas pelo Demon. A interpretação de Paul Stanley da um tom quase épico à música. Durante anos foi a base para os solos de Gene Simmons e Peter Criss nos shows.

10 – Black Diamond (Paul Stanley) (5:11) 5/5

Uma das melhores do Kiss ao vivo. A introdução lenta cantada por Paul Stanley da lugar a pancadaria e a voz rouca de Peter Criss que soa muito bem aqui. Clássico absoluto, fecha o álbum com extrema competência.

Média do álbum: 8/10

, , , , , , , , ,

  1. #1 por luiza em 19/11/2010 - 22:57

    eu adoroooooo o küssen euuu amo o küssen eu sou Luiza Lima e queria manda äh beijo Abs. Aale

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: